sábado, 17 de dezembro de 2016

Como a Torre de Vigia rouba o Natal

(Traduzido de JWSurvey) Em 1957, o aclamado autor para crianças, Dr. Seuss, escreveu um clássico instantâneo, um belo conto de um monstro verde mal-humorado cujos sapatos e coração eram muito pequenos ou demasiado apertados para tolerar o diabólico feriado conhecido como Natal. O mercantilismo, o canto, as meias, os presentes ... era demais, e ele tinha que parar. Grinch era seu nome. Acabando com o Natal veio a ser o seu jogo.

À medida que a história se desenrola, o Sr. Grinch planeja personificar Papai Noel, veste seu cão como uma rena, então parte com seu trenó em uma missão para retomar todos os presentes que Papai Noel trabalhou tão duro para distribuir. Assim, acabou-se o Natal. Acabou mesmo?

sábado, 10 de dezembro de 2016

Coerção ou escolha pessoal? A realidade das Testemunhas de Jeová ante as transfusões de sangue

(Traduzido de JWSurvey) As recentes mortes trágicas de duas Testemunhas de Jeová no Canadá, Eloise Dupuis e Mirlande Cadet, concentraram os meios de comunicação e a atenção política na questão da coerção ao recusar o tratamento médico. Especificamente, a questão colocada pelos meios de comunicação e pelo governo e investigada pelo médico legista é: estas mulheres fizeram a sua escolha de recusar uma transfusão de sangue por sua própria vontade ou houve um elemento de coerção por parte dos líderes da comunidade religiosa?

Por exemplo, a própria presença do Comitê de Ligação com Hospital, das Testemunhas de Jeová, gera uma atmosfera coercitiva para uma Testemunha em tal situação? As Testemunhas assinam pessoalmente a Directiva Médica Avançada, produzida pela Torre de Vigia, que se lhes exigem que levem consigo todo o tempo, afirmando que desejam recusar sangue? Elas estão livres de coerção quando assinam esse documento?

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Governo australiano emite relatório condenando as políticas das Testemunhas de Jeová para lidar com abuso sexual

(Traduzido de JW SurveyAs críticas às Testemunhas de Jeová e aos seus diversos regulamentos, desde o tratamento de casos de abuso infantil à proibição de certos tratamentos convencionais, como a transfusão de sangue, resultaram numa "campanha de difamação" contra aqueles que se opunham a essas políticas das Testemunhas de Jeová.

Aqueles que se consideram dissidentes, ou ex-membros da religião, são tidos como "apóstatas", que estão "mentalmente doentes" de acordo com publicações das Testemunhas.

sábado, 26 de novembro de 2016

Comissão Real Australiana porá a Torre de Vigia debaixo do microscópio

(Traduzido de JWSurvey) Em Julho de 2015, a Sociedade Torre de Vigia de Bíblias e Tratados passou por um dos eventos mais controversos de sua história:


O caso 29, parte da Comissão Real Australiana sobre Repostas Institucionais ao Abuso Sexual de Crianças, foi uma investigação aprofundada das politicas da Torre de Vigia para lidar com acusações de abuso sexual de crianças entre seus seguidores.

domingo, 20 de novembro de 2016

A ATCJ responde à minha carta

Como já é de conhecimentos de muitos, no final de junho deste ano de 2016 publiquei o meu livro, no qual exponho o que considero graves erros da organização Torre de Vigia. Grande parte dele se resume em exame de doutrinas, mas há um capitulo de questões morais, onde, com base em fartos documentos, acuso a Torre de Vigia de ter estado associada com as Nações Unidas durante nove anos, bem como de acobertar pedófilos e fazer mau uso dos donativos, como entrar em acordos financeiros com vítimas de pedófilos para que estas desistam de processar a entidade religiosa. Como são assuntos de que a Torre de Vigia nunca tratou em suas publicações, ou se o fez, foi demasiadamente vaga, eu não podia publicar o livro sem pelo menos tentar obter a versão dela sobre essas questões. 

domingo, 13 de novembro de 2016

Os apóstatas (parte 2) - Por que o Corpo Governante não se defende?

Qual personagem de O Mágico de
Oz te lembra o Corpo Governante? 
(Copiado do sexto capítulo de meu livro; veja aqui a parte 1Como pode ser visto por todo este livro, para todos os erros e possíveis erros que apresentei sobre a religião em consideração, sempre procurei postar as justificativas da Torre de Vigia. E eu teria muito prazer em colocar aqui a sua defesa das acusações que lhe fazem os apóstatas, mas assim como essa organização religiosa não relata quais são as acusações, também, e evidentemente, não apresenta a sua defesa.  E por que não o faz?  Uma explicação apresentada há um século pelo fundador do movimento foi recentemente resgatada como ainda válida:

Perguntaram certa vez a C. T. Russell, primeiro presidente da Sociedade Torre de Vigia (dos EUA), por que ele não se defendia das calúnias. Ele respondeu: “Se a pessoa parar para chutar todo cão que late para ela, nunca irá muito longe.” (A Sentinela de 1º de abril de 1995, página 27).

domingo, 6 de novembro de 2016

Os apóstatas (parte 1)

(Copiado do sexto capítulo de meu livro; clique aqui para ver a parte 2) A palavra apostasia geralmente é definida como abandono de crença, partido ou opinião. Pode ser abandono integral ou apenas de algumas ideias ou conceitos. Como a organização Torre de Vigia considera a si mesma como a continuação exata do cristianismo, todas as Testemunhas que defendem ideias ou conceitos divergentes são julgadas como apóstatas do verdadeiro cristianismo.

domingo, 30 de outubro de 2016

Livros inúteis (depoimento)

(Traduzido de JW - Avoidance is Beneficial) Nasci em 1977. Eu sou a quinta geração de Testemunhas de Jeová por parte de minha mãe, e terceira, por parte de meu pai. Isto não inclui gerações sobrepostas!*

O tio de minha bisavó era ungido. Ele foi colportor por várias décadas do século 20. Minha bisavó morreu no serviço em 1975. Ela era “um grande exemplo de uma boa Testemunha de Jeová”. Meus dois avôs casaram incrédulos, ou não-Testemunhas, no entanto meus pais passaram a fazer parte da seita. 


Meu pai foi para Brooklyn em 1968 e serviu lá até 1973. Minha mãe foi pioneira, “onde a necessidade era maior”, por três anos em El Salvador. Isso foi de 1970 a 1973. Eles se conheceram em um congresso internacional em Washington, DC, em 1968, mas vieram a se casar apenas em 1973. Então foram pioneiros juntos até 1975, quando nasceu minha irmã. 

domingo, 23 de outubro de 2016

"Por que alguns entendem a Bíblia de forma errada?"

Não há dúvida de que há muitas pessoas que entendem a Bíblia de forma errada. A prova disso é a diversidade de explicações para um mesmo assunto e às vezes até para uma mesma frase e uma mesma palavra. Por que isso acontece? Isso é o que propõe responder a Torre de Vigia, em sua revista A Sentinela de janeiro de 2017, edição para o público.

Naturalmente, pressupõe-se que, quem se propõe dar uma resposta a perguntas desse tipo, já não tem os mesmos impedimentos, isto é, já satisfaz todos os requisitos para poder entender a Bíblia de forma correta. Mas é este o caso da Torre de Vigia?

A Torre de Vigia já entendeu a Bíblia de forma errada?

Eu não poderia deixar de começar este artigo fazendo uma pergunta à atual liderança das Testemunhas, o Corpo Governante:

sábado, 15 de outubro de 2016

Próxima Assembleia, de 2017, incentiva Testemunhas jovens a mentir sobre homossexualidade

(Traduzido de JWSurvey) Guerra teocrática tem sido um aspecto controverso da teologia da Torre de Vigia. Muitas vezes vestida com eufemismo e jogos de palavras para amenizar o ensino, a doutrina da guerra teocrática essencialmente se resume nisto: 
É considerado aceitável mentir para não-Testemunhas se o resultado final irá beneficiar a organização Torre de Vigia, ou protegê-la de um possível dano.

Até recentemente, esta prática de dar à Testemunha uma “licença para mentir” tinha sido confinada a batalhas judiciais. Um exemplo recente e bastante notório disso aconteceu durante a Comissão Real Australiana, onde o membro da filial da Torre de Vigia, Terrence O’Brien, foi flagrado mentindo sobre o papel do membro do Corpo Governante Geoffrey Jackson, a fim de proteger Jackson de ter que depor. 

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Àqueles a quem só restou a porta de saída

Se você já foi ou é Testemunha de Jeová, pode se lembrar de muitos artigos publicados nas revistas A Sentinela e Desertai!  onde se forneceu muitos conselhos sobre como manter a família unida, tanto como matrimônio, bem como a relação entre pais e filhos.  E certamente, não só pessoas de outras religiões, mas também as famílias de Testemunhas de Jeová precisam desses conselhos. Isso é reconhecido na própria literatura da Torre de Vigia. E um dos motivos que levam alguns pais a se sentirem arrasados é quando um filho, por algum motivo, abandona o lar, o que de certa forma pode fazer com que os pais se sintam desamparados.  

domingo, 2 de outubro de 2016

(Reino Unido) Comissão que investiga abuso sexual de crianças pede a vítimas que contem seus casos

(Traduzido de JWSurvey) Em 2015, a Torre de Vigia foi levada perante a Comissão Real Australiana, uma Instituição responsável por Investigar abuso sexual de crianças, e verificou-se que o caso era tão grave que o juiz McClellan, que estava presidindo a investigação, declarou que a Comissão não tinha encontrado qualquer outra organização na Austrália que tivesse tantas falhas quanto as Testemunhas de Jeová, na questão de lidar eficazmente com abuso de crianças.

sexta-feira, 30 de setembro de 2016

(Espanha) Torre de Vigia é convidada a se explicar sobre acobertamento de pedófilos e tribunal eclesiástico.

Miguel Garcia, da Espanha, foi Testemunha de Jeová desde criança até aos 38 anos, quando decidiu deixar a religião. Então neste mês de setembro, já aos 43 anos, recebeu uma carta assinada por três anciãos, na qual era convidado a comparecer a um tribunal eclesiástico, no qual seria julgado, segundo a carta, por ter mantido relações sexuais extraconjugais. Porém, para a infelicidade dos anciãos, Miguel Garcia muniu-se de coragem e foi à imprensa, bem como também aos Mossos (polícia civil da Catalúnia). Era hora de revelar alguns segredos.

quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Paraíso na terra para sempre?

(Traduzido de JWFacts) As Testemunhas de Jeová acreditam que elas nunca morrerão; acreditam que a Bíblia promete que elas viverão para sempre na terra.

Jesus indicou que um “dia” similar está para ocorrer em nosso tempo. Aqueles que prestam atenção ao conhecimento associado com esse evento terão a perspectiva de não apenas sobreviver, mas também de viver para sempre. Além disso, os mortos que estão na memória de Deus serão trazidos de volta à vida com a perspectiva de nunca mais morrerem [...] Todas as evidências mostram que esse “dia” está muito perto, e isso significa que você talvez ‘jamais morra’. — João 11:25-27. (A Sentinela de 15 de abril de 2005, página 5)

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

(Canadá) Judiciário intervém e anula desassociação

Depois de avaliarem um caso de excomunhão, Tribunal de Recursos de Alberta anula um caso de excomunhão praticada pelos anciãos de uma congregação das Testemunhas de Jeová da cidade de Calgary.

Trata-se de um caso de desassociação que ocorreu em 2014.  Randy Wall, que era Testemunha de Jeová desde 1980, foi desassociado em 2014, sob a acusação de dois casos de embriaguez e de um incidente de abuso verbal para com a esposa – acusações que ele não nega. 

sexta-feira, 9 de setembro de 2016

Esboços para a próxima visita do SC (análise)

Talvez não seja nenhuma novidade dizer que a Torre de Vigia já não consegue mais manter seus segredos. Há três décadas, depois que Raymond Franz tornou público que o Corpo Governante, tal qual uma corporação, não é lá tão digno da honra que tanto deseja, creio que poucas Testemunhas imaginavam que, algumas décadas mais tarde, a todo momento teríamos "vazamentos", como cartas, livros secretos, e esboços - tudo facilitado pelo advento da internet. Em confirmação disso, mais uma vez temos circulando pela rede mundial de computadores as "novidades" da Torre de Vigia: os esboços para as próximas visitas do Superintendente de Circuito (SC), que se estenderão de setembro a fevereiro. Eles estão em espanhol e podem ser baixados deste endereço.  

terça-feira, 6 de setembro de 2016

Despertai! anti-gay vira caso de polícia no Reino Unido

O folheto pede às pessoas homossexuais
que 'controlem seus impulsos'.
A revista Despertai! de agosto trás um artigo intitulado “O que a Bíblia diz sobre o homossexualismo", que já foi, inclusive, assunto de uma postagem anterior neste blog. Agora circula a notícia de que alguém em Devon, região oeste da Inglaterra, não ficou nada satisfeito com esse artigo e o caso foi parar na delegacia. O que segue é a tradução do artigo, seguida de algumas informações colhidas de um vídeo feito sobre o caso por Lloyd Evans .

quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Anthony Morris III: El Matador


(Traduzido de JWSurvey) Você sabe que os líderes das Testemunhas de Jeová acreditam que pessoalmente vão estar envolvidos em matar bilhões de pessoas no futuro próximo? 

Enquanto ouvia o discurso, pela primeira vez ocorreu-me que Morris, e outros membros do Corpo Governante, realmente acreditam que, a qualquer momento, eles vão estar pessoalmente envolvidos no abate de quase toda a população humana.

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Carta de Bruno M. ao Corpo Governante – uma análise

Ao longo da história da religião das Testemunhas de Jeová, certamente não foram poucas as cartas abertas dirigidas à liderança desta religião. Porém, com o avanço e mais acessibilidade dos meios de comunicação, mais delas devem alcançar mais pessoas do que alcançaram as de décadas passadas. A mais recente, por exemplo, foi escrita em alemão, e, como vemos, até já pode ser lida em português(download aqui). 

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Corpo Governante faz nova cruzada contra homossexuais

Bem poucos assuntos são tão espinhosos para se tratar como a homossexualidade. Apesar disso, líderes religiosos empunham Bíblias e esfregam na nossa cara que esse livro sagrado não mede palavras quando aborda o que costumam chamar de prática ou conduta homossexual.

E nisso têm razão. Será aqui desnecessário citar as referências bíblicas em que o assunto é tratado, pois qualquer um poderá achar facilmente em uma infinidade de sites pela internet.  

sábado, 13 de agosto de 2016

10 fatos não aceitos pelas Testemunhas de Jeová

"Se as Testemunhas de Jeová acreditam estar comprometidas com os fatos, então, poderia haver fatos que as Testemunhas de Jeová não aceitam?"

Assim questiona o jovem “Estudante da Bíblia”. 

Cada um de nós tem dentro de si um compromisso com a verdade, e isso significa querer saber de todos os fatos que diz respeito a nossos interesses, sejam pessoais, profissionais, familiares, e, naturalmente, referente à nossa espiritualidade.  Diante dos fatos, cada um de nós pode comportar-se conforme achamos apropriado, mas nem sempre os fatos corroboram nossos conceitos, nossas crenças, nossos valores, e isso nos deixa na desagradável situação em que temos de aceitar os fatos, mesmo a um elevado custo emocional, ou negá-los, recusando-nos a acreditar que o que se nos apresentam são realmente os fatos, mas invenções de quem deseja de alguma forma nos desviar da verdade, sabe-se lá por qual razão. 

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

2016: o pior congresso de todos os tempos (o Bunker)


(Traduzido de JWSurveyAté agora, você já deve ter visto o que se tronou conhecido como os vídeos do “Bunker” a serem exibidos durante os congressos de 2016. Os filmes são centrados em torno de um pequeno grupo de Testemunhas amontoadas em um porão convertido em um bunker improvisado, durante o período de turbulência mundial que a Torre de Vigia ensina que terá lugar pouco antes da batalha do Armagedom, conhecido como a Grande Tribulação.

A narrativa ocorre entre os personagens, cada um tendo um flashback de um momento que ocorreu antes de eclodir a Grande Tribulação. 

sábado, 6 de agosto de 2016

Quando uma Testemunha suspeita que está sendo enganada por seus líderes

As Testemunhas de Jeová são talvez o grupo religioso que mais procura qualificar os seus prospectivos membros para o exercício da fé. Mas como cada um pode checar, as questões complexas aqui apresentadas são abordadas de modo superficial ou sequer são tratadas nos seus livros de estudos para iniciantes. O resultado disso é que, posteriormente, muitas Testemunhas começam a ver indícios de que não lhe contaram toda a verdade. Iniciam então uma investigação, começam a fazer perguntas, expressam suas dúvidas. Como então reage a organização Torre de Vigia ante essa suspeita?

Primeiro, vejamos que incentivo a organização usa para convencer pessoas de outras religiões a checarem se o que elas acreditam é realmente ensinamento bíblico . 

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

O Corpo Governante e o nacionalismo

Salão do Reino no Chile
Toda Testemunha de Jeová sabe o conceito do Corpo Governante sobre saudar a bandeira e cantar o hino nacional. Em seu livro de história (Testemunhas de Jeová – Proclamadores do Reino de Deus) é possível ler que nos Estados Unidos, pela época da Segunda Guerra, os filhos de Testemunhas de Jeová foram expulsos das escolas porque, querendo ser obedientes às normas da religião de seus pais, eles se recusaram cantar o hino nacional e saudar a bandeira.  Um conceito mais abrangente dessa questão é o nacionalismo. Sobre isso veja o que diz o livro Proclamadores,páginas 212, 213: 

domingo, 31 de julho de 2016

Luzes tardias (o cativeiro da Babilônia)

Folheto de Ronald E. Frye,
Ex-Superintendente de Circuito
Durante muitas décadas, o Corpo Governante ensinou que as dificuldades enfrentadas pelos Estudantes da Bíblia (como então se chamavam as Testemunhas de Jeová) por ocasião da 1ª Guerra Mundial era sinal de que eles, por assim dizer, haviam sido punidos por Deus, o qual permitiu que eles fossem levados a um cativeiro espiritual – em cumprimento do que seria um paralelo profético do cativeiro dos judeus em Babilônia no sexto século AEC.  

Esse cativeiro teria começado em 1918 e terminado em 1919, mais ou menos na mesma época em que oito líderes da religião, inclusive Rutherford, estiveram presos, sob a acusação de interferência nos os interesses bélicos dos Estados Unidos.

As razões para que assim fossem punidos pode ser lida na revista A Sentinela de 15 de Fevereiro de 1996, página 14. 

terça-feira, 26 de julho de 2016

A Bíblia realmente ordena que o cristão pregue de casa em casa?

Foto: Anuário das Testemunhas
 de Jeová de 2016, página 57. 

Quando uma Testemunha de Jeová deseja justificar para si mesma que tem a religião verdadeira, ela geralmente compara a sua religião com as demais e, com base em alguns conceitos que lhe foi ensinado pela Torre de Vigia, acaba por “descobrir” que pertence à única religião aprovada por Deus. Consciente disso, ela bem provavelmente usará esses mesmos argumentos para defender-se de todo aquele que lhe vier questionar a razão de sua fé. Vejamos então, em cinco perguntas, se esses argumentos realmente têm a validade que se lhes atribui. 


Esta postagem é uma citação do meu livro. Veja apresentação e opções de download aqui. 

A Bíblia realmente ordena que o cristão pregue de casa em casa?

quarta-feira, 13 de julho de 2016

2016: O pior congresso de todos os tempos (sexta)

A parte 5 desta série 
mostra alguns dos  
materiais mais 
perturbadores até esta data
(Traduzido de JWsurvey)


Não me importo em admitir isso. Quando decidi fazer uma série de vídeos para complementar os artigos do JWsurvey sobre “O pior congresso de todos os tempos” (referente ao  congresso de 2016 “Permaneça Leal a Jeová”),  eu fiz um prato maior que meu estômago.

Eu honestamente não sei se teria me comprometido com ele se soubesse de antemão que haveria muito trabalho envolvido.



A ideia de fazer uma série de vídeos de contestação veio depois que um Superintendente de Circuito vazou para mim e outros ativistas um lote de material destinado a ser utilizado no congresso, incluindo 46 vídeos. 

segunda-feira, 4 de julho de 2016

Guadalupe, olá!

Oi, guadalupenses!

A todos vocês que lerem esta mensagem, quer me conheçam, quer não, as minhas calorosas saudações!

Muitos se lembrarão de mim pelas muitas vezes que fui às suas casas como Testemunha de Jeová. Porém hoje, se minha mensagem chega até vocês, adianto-lhes que não pertenço mais ao grupo religioso e desejo dizer-lhes em primeira mão quais são as minhas impressões sobre a religião, pois creio que isso é fundamental para que haja um verdadeiro equilíbrio nas conversas travadas ao pé do portão entre vocês e as Testemunhas de Jeová que lhes visitam.

domingo, 19 de junho de 2016

2016: o pior de todos os congressos (Sergei)

(Traduzido de JW Survey)


O caminho da verdade é o melhor modo de viver. 

Assim começa o cântico do Reino 64: “Faça da verdade a sua vida”.  Este mantra é bem conhecido pelas Testemunhas de Jeová.  De fato, é comum ouvir o mantra repetido da seguinte maneira:

Mesmo que esta não fosse a Verdade, este ainda seria o melhor modo de vida possível.

sábado, 4 de junho de 2016

2016: o pior congresso de todos os tempos (desassociação)

(Traduzido de JWSurvey. Os colchetes foram acrescentados por mim)

Milhões de Testemunhas de Jeová irão se reunir neste verão [inverno, no Brasil] para seus congressos regionais, um evento muito aguardado no calendário das Testemunhas. 

Os jornais locais já se preparam para escrever artigos louvando o afluxo de Testemunhas em estádios desportivos e centros de convenções.  Os congressos são tipicamente um grande gerador de receitas para as empresas locais; em razão disso, os jornalistas são muitas vezes obrigados a escrever favoravelmente sobre os eventos.

domingo, 29 de maio de 2016

Destruindo sonhos

Que o Corpo Governante das Testemunhas de Jeová é avesso ao mundo da música, muitos de nós tem conhecimento.  Muitas Testemunhas desistem de carreiras em razão desse desestímulo. Agora em mais um vídeo para o congresso de 2016, a crueldade do Corpo Governante pode ser vista no incentivo explícito para que uma criança desista de um sonho tão singelo, que é tocar violino.

sexta-feira, 27 de maio de 2016

Corpo Governante reforça seu conceito de ostracismo social imposto a ex-membros

Dentre os muitos vídeos do próximo congresso das Testemunhas de Jeová, um deles terá o objetivo de reforçar o isolamento de ex-membros. Como se já não fosse cruel apenas parar de cumprimentá-los, o Corpo Governante agora indica que as Testemunhas nem sequer devem atender um telefonema, e quanto aos pais, ele incentiva inclusive que o filho ou filha seja expulso de casa.

domingo, 22 de maio de 2016

'Se necessário, seja leal até a morte' (congressos 2016)

imagem: JWORG
Por mais dura que possa parecer, essa é a mensagem que os congressos de 2016 passarão para as Testemunhas de Jeová. Com o tema “Continue leal a Jeová”, todo ele se concentrará em discursos que enfatizam a importância da lealdade aos preceitos da religião, mesmo nas pequenas coisas do dia-a-dia. O que apresento agora são informações colhidas dos esboços tornados públicos por um fórum de ex-Testemunhas de língua espanhola.

domingo, 10 de abril de 2016

Hipnose nos cultos evangélicos - será?

A minha mãe havia quase um ano sofria com um defeito na mão que lhe doía bastante e a impedia de estirar os dedos por completo – tudo em razão de uma queda que sofreu, cujas circunstâncias não lembro agora.  Então qual não foi a minha surpresa quando ela certa noite chegou a casa muito alegre porque havia sido curada na igreja. Desde então já se passaram uns 20 anos e ela nunca mais sentiu dor alguma e estira normalmente os dedos. Passado, o susto, ficou-me a pergunta: ela realmente foi curada pelo Espírito Santo? 

domingo, 3 de abril de 2016

Técnicas de lavagem cerebral - você está imune a elas?


A Sentinela de 1 de janeiro de 2013. 
Talvez o leitor conheça o caso do líder religioso Jim Jones. Natural do estado de Indiana, Estados Unidos, ele, por grande parte das suas últimas três décadas de vida, desde os anos 50 até os anos 70, dedicou-se a liderar um grupo de seguidores que era a sua igreja. Tendo pregado lealdade a si por muitos anos, quando passou a enfrentar acusações diversas por parte da justiça americana, seus seguidores uniram-se em torno dele e todo o grupo buscou refúgio em um pedaço de floresta da Guiana. Mas mesmo na Guiana, Jim Jones não ficou livre do governo americano, que lhe surpreendeu mediante a visita de um congressista, que queria investigar acusações de que seus seguidores sofriam abusos por parte dele. O que aconteceu no final desse dia foi de uma barbárie indescritível: mais de 900 pessoas foram encontradas mortas, a maioria delas por suicídio “voluntário”.

domingo, 27 de março de 2016

A questão do sangue no judiciário brasileiro

Há décadas que os médicos brasileiros enfrentam um grande dilema quando estão diante de um paciente Testemunha de Jeová cujo quadro clínico aparenta necessitar de uma transfusão de sangue. Para alguns, a questão não é tão complicada, pois se trata de uma pessoa adulta que tem plenos direitos (e assegurados por lei) de recusar este ou aquele tratamento, cabendo ao médico apenas respeitar a decisão do paciente. Por outro lado, há os que entendem que a vida é o bem maior, indisponível, não sacrificável. Diante desse dilema, não é nenhuma surpresa que a decisão, que cabia ser tomada em uma sala hospitalar, acaba por surgir de uma sala de tribunal.

domingo, 13 de março de 2016

Transfusão de sangue e a medicina moderna – como isso influi na política de não-transfusão das Testemunhas de Jeová?

Ao passo que há mais de um século era comum a transfusão de sangue integral, o que acarretava muitas mortes em decorrência de incompatibilidades, desde meado do século passado até agora tem havido muitos avanços na medicina e isso não mais ocorre, sendo comum a transfusão de hemocomponentes (plasma, glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas) ou de apenas hemoderivados (frações diversas dos hemocomponentes).

Nesta terceira postagem (veja aqui a anterior) examinamos duas questões: Levando em conta o estudo em questão, como isso influi na política de não-transfusão adotada pelas Testemunhas de Jeová? Seria a transfusão de hemocomponentes ou de hemoderivados a mesma coisa que transfusão de sangue integral?  

domingo, 6 de março de 2016

O que a Bíblia diz sobre transfusão de sangue?

Sacrificados no altar da fé
As Testemunhas de Jeová são lembradas no mundo inteiro por dois motivos principais: (1) seu intenso ministério de porta em porta e (2) sua recusa em aceitar transfusão de sangue, mesmo em circunstâncias emergenciais, quando a própria vida está em risco. Mas o que de fato diz a Bíblia sobre transfusão de sangue? É isso de fato uma exigência para os cristãos?

Nesta segunda postagem sobre esse assunto (veja aqui a primeira), vamos examinar os versículos da Bíblia em que se baseia a liderança das Testemunhas de Jeová para impor aos fiéis essa norma que, a despeito do que possa dizer integrantes da religião, tem levado à morte centenas ou milhares de Testemunhas num período de várias décadas. 

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Ela escolheu morrer

Foto que ilustra o artigo no site JW.ORG. Prova-
velmente, retrata o momento em que o paciente
diz ao médico que não aceita transfusão de san-
gue em nenhuma hipótese, por maiores que sejam
os riscos. 
Seguindo a linha do penúltimo post, imagine  que as Testemunhas de Jeová, ao baterem palmas ao seu portão, te contassem exatamente quais são os sacrifícios exigidos para se tornar uma Testemunha de Jeová. Por exemplo, imagine que elas te dissessem que uma das exigências é que você, para que possa ganhar a salvação, esteja disposto a morrer em uma sala de cirurgia caso a sua única esperança dada pelos médicos esteja em uma transfusão de sangue.

terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Meu primeiro Natal

O Natal, para muitos, é uma festa de confraternização em família, e talvez, para algumas delas, é a única ocasião do ano em que se consegue juntar a maior parte dos familiares.  Meu primeiro Natal, acredite, foi por volta dos 15 ou 16 anos, quando pela primeira vez chegou sinal de TV lá no interiorzão de São Raimundo Nonato.  É por isso que em minha memória trago de forma indelével os comerciais da Coca-Cola e os filmes de Macaulay Culkin.

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Segredos ao portão - quanto lhe custa acreditar?

Imagine que as Testemunhas de Jeová, ao baterem à sua porta, falassem para você o que exatamente significa viver como Testemunha de Jeová. Imagine que, dentre muitas coisas, elas te dissessem que, ao aceitar ser Testemunha de Jeová, você automaticamente aceita que qualquer outra Testemunha passa a ter a liberdade (e obrigação) de te denunciar ao pastor por quaisquer pecados seus de que se tomou conhecimento. Acha isso inacreditável? 

Mas esse é um fato a que toda Testemunha de Jeová está sujeita. Em casos de pecados de que se tomou conhecimento, ela tanto pode ser denunciada por qualquer outra Testemunha bem como qualquer outra Testemunha pode (e deve) ser denunciada por ela.

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Crianças Testemunhas de Jeová - o que elas sentem?

Creio que não seja novidade para ninguém que as Testemunhas de Jeová usam crianças no serviço de evangelização; também deve ser evidente a muitos que essas crianças, em tendo a oportunidade de escolha, muito provavelmente estariam brincando com os amiguinhos ou vendo TV. Agora imagine que essa criança está batendo à sua porta, bem vestida e aparentando felicidade, enquanto que há em casa um convite para aniversário a que não se lhe permitiu que aceitasse. 

sábado, 23 de janeiro de 2016

1914 – como as Testemunhas de Jeová justificam essa data?

Pergunte a uma Testemunha de Jeová o que ela tem a dizer sobre 1914. Ela talvez te diga que nessa data Cristo “voltou” e desde então, no céu, tem reinado, de modo invisível, como Rei do Reino de Deus. Como prova disso, ela provavelmente citará os “sinais” indicados por Cristo. Mas caso você não ache isso convincente, ela talvez te proponha conversar com um membro mais instruído ou talvez te ofereça um livro que responde à sua pergunta.  Mas afinal, como chegaram elas à conclusão de que Cristo “voltou” em 1914? Como justificam essa data?

terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Testemunhas de Jeová – o que revela o crescimento delas? (um exame por continente)

Mas, quando o espírito santo vier sobre vocês, receberão poder e serão minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judeia e Samaria, e até a parte mais distante da terra. (Atos 1:8; TNM). 


Todo ano, e desde o começo do século passado, a liderança das Testemunhas de Jeová, com sede nos Estados Unidos, criou o hábito de divulgar anualmente os números alcançados no serviço missionário. O objetivo desde o começo foi mostrar que Deus a estava abençoando, por isso os números deveriam indicar exatamente isso. Passado mais de 100 anos, o que de fato esses números indicam?