Indianápolis (EUA): 5,5 milhões de dólares arrecadados de congregações locais para a construção de um Salão de Assembleia serão desviados para a obra mundial de construção de salões do reino; algumas Testemunhas sentiram-se lesadas <=> União Europeia proíbe Testemunhas de fazerem a sistemática coleta de dados com o uso do formulário conhecido como "Registro de casa em casa"<=> Parlamento português recusa-se por unanimidade deliberar sobre petição popular que pedia o banimento das Testemunhas de Jeová <=> Anunciado, no betel americano, neste 24 de janeiro, o nome de Kenneth Cook como novo membro do Corpo Governante <=> Chega ao fim o caso Jose Lopes, na Califórnia; a Torre de Vigia fez acordo financeiro com a vítima e a acusação foi retirada <=> Acesse http://www.ajwrb-brazil.net/ e saiba tudo sobre a política do sangue

sábado, 27 de maio de 2017

Truncando Singh

Professor Rama Singh
(Traduzido de AvoidJW com citações de dois artigos de JW Survey) A revista Despertai!, uma publicação da Sociedade Torre de Vigia de Bíblias e Tratados, datada de janeiro de 2015, tem uma série de artigos de capa intitulada “Como a vida se originou?” O que é de interesse é a sua citação, à página 3, do Professor de Biologia Rama Singh, da universidade de McMaster, no Canadá.

Rama Singh, professor de biologia da Universidade McMaster, Canadá, disse: “A oposição à evolução não vem apenas dos fundamentalistas religiosos, mas também de um grande número de pessoas instruídas das diversas áreas acadêmicas.”


Não se dar nenhuma referência de onde a citação foi tirada, mas eu lhe asseguro: esta é uma citação truncada do que o Professor Singh realmente disse. Truncar Singh e não fornecer uma referência para a sua citação é bastante conveniente para a STV. Por quê? Porque dar a referência diminuiria o poder de seu argumento. Além disso, quem busca a verdade pode desejar ler a citação completa do professor Singh e descobrirá que os escritores do artigo não foram totalmente honestos. Na verdade, pela forma como formulam a próxima pergunta, eles levam o leitor do artigo a acreditar que o professor Singh é um criacionista.

Por que até mesmo pessoas de mentalidade científica acham difícil aceitar que a vida tenha se originado da evolução?

O professor Singh tem dificuldade em aceitar a evolução como origem da vida? Para responder a essa pergunta, precisamos encontrar a fonte do material do qual a STV citou o professor Singh. A fonte para o artigo é encontrada em NRC Research Press.. Se alguém rolar até o título "Why evolution has not become a common sense”, encontrará a citação de Rama Singh.

A citação completa - sem truncamento - é a seguinte:

A oposição à evolução não vem apenas dos fundamentalistas religiosos, mas também de um grande número de pessoas instruídas das diversas áreas acadêmicas, incluindo biólogos, não-biólogos e leigos. Este ensaio enfocará a falta de crença na evolução neste último grupo. A oposição do fundamentalismo religioso tem sido abordada por muitas fontes (Kitcher 1982, Futuyma 1983, Montagu 1984, Young 1985, Gould 1999, Dawkins, 2006, Coyne 2009). Há várias razões pelas quais os fatos da evolução não são facilmente compreensíveis pelas massas em geral.

O professor Singh admite que a "um grande número de pessoas instruídas das diversas áreas acadêmicas ... falta ... a crença na evolução", mas ele afirma que " Há várias razões pelas quais os fatos da evolução não são facilmente compreensíveis pelas massas em geral”, indicando que, por usar a expressão “os fatos da evolução”, ele acredita que ela é real. Além disso, por que ele escreveu o artigo?

Sua razão para escrever o artigo é dada no último parágrafo:

A motivação para este artigo veio de amigos e colegas de ciências humanas e sociais, que estão seriamente interessados em diálogos entre evolução e religião, mas que não têm apreço pelas sutilezas da evolução. Este artigo é dedicado a eles.

Então, para citar o Professor Singh corretamente, os editores deste artigo de Despertai! teriam de admitir que o professor Singh foi citado fora de contexto para garantir que seus leitores fossem levados a acreditar que os defensores da evolução são realmente crentes na história bíblica da criação. Há mentiras, mentiras e citações fora de contextos. Todos elas ainda são mentiras. E o Pai da Mentira? (João 8:44). Vai saber (fim do artigo de AvoidJW).

Depois da publicação deste artigo de Despertai!, Rama Singh foi consultado a respeito por Misha Anouk (autor do livro “Adeus, Jeová!”) e disse o seguinte, conforme artigo do JW Survey, publicado em 18 de janeiro de 2015:

A STV de fato me citou fora de contexto e eu não concordo com seu artigo e a posição anti-evolução deste .

Singh escreveu uma carta aberta de 500 palavras aos editores de Despertai!, que pode ser lida aqui. Nesta carta, ele exige dos editores a retirada de suas palavras do artigo e um incondicional e impresso pedido de desculpas.

"Por isso estou pedindo a vocês que, primeiro, removam imediatamente a citação errônea de seu artigo e, em segundo lugar, que imprimam um incondicional pedido de desculpas pelo que considero ser uma ação deliberadamente prejudicial de vossa parte à minha reputação".

Poucos meses depois disso, conforme relatado em um artigo do JW Survey de 19 de abril de 2015, a Torre de Vigia reeditou o artigo online de Despertai! e removeu o parágrafo que fazia referência a  Singh.  A edição brasileira, somente muito tempo depois, seguiu o exemplo, conforme mostram as imagens abaixo.

Despertai! baixada em 2015.




Despertai! baixada hoje.



Assim conclui o segundo artigo de JW Survey:

A única coisa que é visível por sua ausência é a segunda parte do pedido de Singh - ou seja, um impresso e incondicional pedido de desculpas dos editores de Despertai!, por citá-lo fora de contexto. Infelizmente para Singh [...], é extremamente improvável que ele vá receber algum.

Apesar de professarem "humildade semelhante a Cristo", os "homens espirituais" que trabalham no Departamento de Redação do Corpo Governante não são conhecidos por sua disposição para emitir desculpas ou retrações.

Desnecessário será dizer que todo o assunto cheira a hipocrisia. Uma religião que é a primeira a apontar o dedo para outras nas questões de engano e subterfúgio não se nega a usar tais métodos se o objetivo é enganar pessoas para que adotem os pontos de vista dela própria.

O escândalo também soa cômico se comparado com esta citação da página 13 do Anuário 2011:

Em resumo, o Departamento de Redação se esforça em usar apenas informações exatas e confiáveis, mesmo no caso de detalhes aparentemente insignificantes. O resultado é que o “escravo fiel e discreto” pode fornecer de forma coerente alimento espiritual que honra o “Deus da verdade”, Jeová. — Sal. 31:5.

(Esta postagem foi traduzida com a ajuda do Google Tradutor)

Gostaria de conhecer melhor as Testemunhas de Jeová?
Então você precisa ler meu livro
Testemunhas de Jeová – o que elas não lhe contam?
Opções de download aqui

6 comentários:

  1. Evidentemente, a torre não deveria fazer citações a parte do contexto, como faz não apenas nesse caso, mas em muitos como no livro "a vida qual a sua origem?". Na verdade, a evolução biológica se detém como um bonito conto de fadas, contado para os incautos, e não é preciso distorcer autores para suportar a falácia da evolução.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, "Anônimo"!

      Muito obrigado por suas palavras gentis.

      Sobre se a "evolução biológica é um conto de fadas", creio que esse assunto é sim polêmico, mas já não estou certo de que seja "um conto de fadas".

      Sabe, todas as vezes que interpretações da Bíblia foram impostas à revelia da ciência, o resultado foi que pessoas sofreram muito só para depois se verificar que a ciência estava certa.

      Veja o caso do heliocentrismo, quando a Igreja, segundo interpretação que fazia da Bíblia, dizia que a Terra girava em torno do sol, enquanto pesquisas preliminares diziam que era o contrário.

      A mesma coisa acontece com a evolução. Já existem pesquisas incontestáveis de que a evolução é um fato, e contrário a isso, somente a nossa interpretação da Bíblia de que a vida foi criada por Deus assim como a conhecemos.

      Futuramente quero postar algo sobre esse assunto aqui no blog.

      Excluir
  2. Olá Lourisvaldo! esse foi um dos assuntos que surpreenderam bastante, pois eu mesma, fazia questão de citar que "nossas" literaturas não só ensinavam o ponto de vista bíblico, mas tbm os de cientistas, arqueólogos,astrônomos...enfim, que muitos desses estudiosos eram apoiadores da nossa doutrina. Que além do "conhecimento" bíblico, a pessoa aprendia muito sobre ciência, história etc...Que tolice! Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Prefiro discutir o tema em voga, a parte da bíblia ou da interpretação criacionista, que se torna um artigo de fé. Quanto ao "fato" da evolução creio com todo respeito que vc foi logrado pelo discurso unilateral e dogmático de cientistas como R. Dawkins que pregam evolução como "fato", mas ainda pairam sérias discussões sobre isso, e muitos da comunidade de cientistas não abarca esse pressuposto como incontestável.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito bom que haja "sérias discussões" sobre a evolução e tem que haver mesmo. É uma pena que as religiões não adotam esse mesmo proceder; antes, tal qual as Testemunhas de Jeová, diversas outras igrejas evangélicas, igreja católica e a religião islâmica, preferem ter seus INDISCUTÍVEIS dogmas de fé.

      Excluir
  4. 'Sérias discussões' foi generosos da minha parte, na verdade a teoria neodarwiniana falha em todos os quesitos, e 'as pesquisas incontestáveis do "fato" da evolução" na verdade se trata apenas de básicos experimentos em nível de 'mudanças genicas' intra espécies, a velha e fajuta "microevolução". No quesito, origem da vida, o calcanhar de Aquiles e o tormento dos darwinistas, não existe nenhuma evidencia que nos demonstre a plausibilidade da origem da vida a partir de material abiótico, tanto que fizeram a manobra estratégica de separar a origem da vida da teoria de evolução biológica. Por isso, os religiosos que se tornam partidários da evolução e da fé na criação divina meteram os pés pelas mãos.

    ResponderExcluir